Saiba porque Santo Antônio virou o ‘santo casamenteiro’

O dia dos namorados é uma das datas mais comemoradas no mundo inteiro pelos apaixonados. E aqui no Brasil, foi escolhida a data de 12 de junho por ser véspera do dia de Santo Antônio (13 de junho), o santo casamenteiro! Mas você porque ele é chamado assim?

Santo Antônio era um frade franciscano, que ficou conhecido por ajudar mulheres a encontrarem um marido e a conseguirem um dote ou um enxoval para casamento.

A história conta que havia uma moça que a família não podia pagar seu dote para se casar. A jovem rezava para Santo Antônio e num certo dia ela recebeu milagrosamente um papel escrito que ela devia procurar um determinado comerciante que daria moedas de prata equivalentes ao peso do papel.

Chegando ao comércio, o homem não se importou, achando que o peso do bilhete era insignificante. Mas, para a surpresa de todos, o papel pesou equivalente a 400 escudos da prata. A jovem pôde se casar e, a partir daí, Santo Antônio recebeu o nome de “Santo Casamenteiro”.

Desde então, as moças solteiras que querem se casar, começaram a fazer orações pedindo ajuda ao santo e até simpatias. As mais populares são: comprar uma pequena imagem do Santo e tirar o menino Jesus do colo, dizendo que só o devolverá quando conseguir encontrar o amor, ou ainda, virar o Santo Antônio de cabeça para baixo ou colocá-lo numa vasilha com água e só tirar quando conseguir casar.

Se as simpatias funcionam, a gente não sabe. Mas vai que…