Fé, cidadania e compromisso social

Para assumir, com esperança e compromisso, os desafios do momento atual, as missionárias servas do Espírito Santo da Província Brasil Norte aprofundaram o tema “Fé, cidadania e compromisso social” durante a Assembleia Anual, realizada de 15 a 17 de novembro. A ideia foi reforçar a proposta de “ser presença profética onde a vida está ameaçada”.

O educador Antônio Boeing conduziu a reflexão e mostrou que a cidadania é um tema muito urgente, especialmente no contexto pós-eleitoral, em que o fundamentalismo tende a crescer. Esse cenário traz riscos a todos aqueles que têm uma maneira diferenciada de viver a fé ou expressar sua cultura.

O compromisso social é uma consequência da cidadania e surge da paixão pelo ser humano. Mas, para que isso ocorra de fato, é preciso ir além da tendência atual em que as pessoas se fecham no individualismo, chegando até mesmo ao narcisismo, com a prepotência de querer impor o próprio projeto sem considerar o que é essencial ao povo brasileiro.

O desafio para quem se compromete com um projeto social de nação é como envolver e encantar as outras pessoas, especialmente os jovens. E aí vem a pergunta: quais são as narrativas que passamos aos outros? Elas apresentam os valores essenciais que dão sentido à vida? São capazes de encantar e gerar compromisso?

O compromisso social abarca as diferenças e cria espaços de vida para cada ser humano, onde seus direitos são respeitados. Isso é fundamental para o exercício da cidadania, mas também é um compromisso de fé, pois seguir os passos de Jesus é assumir o seu projeto de vida em plenitude para todos (Cf. Jo 10,10), com especial atenção aos pobres, doentes e excluídos.

Assista, no vídeo, à síntese da palestra com o educador Antônio Boeing.

Visite o nosso site ssps.org.br e veja mais informações sobre a Assembleia das Missionárias Servas do Espírito Santo da Província Brasil Norte.