Votos perpétuos da irmã Lucilene

O que leva uma jovem a entregar, por toda sua vida, sua caminhada a Deus e à missão? Em tempos de compromissos provisórios, é difícil entender por que fazer votos perpétuos. De fato, isso é um dom de Deus que é possível para quem tem fé e responde ao chamado da vocação.

E foi isso que fez a irmã Lucilene Ferreira Soares no domingo, 9 de dezembro: consagrou sua vida a Deus para sempre na Congregação Missionária das Servas do Espírito Santo.

Lucilene, 34 anos, é paulista do Município deEmbu das Artes-SP. Conheceu as missionárias, fez o acompanhamento vocacional e decidiu entrar na Congregação. Sua formação foi toda intercultural. O aspirantado e parte do pré-noviciado foi em São Paulo. Concluiu o pré-noviciado na Argentina e fez o noviciado no Paraguai.

Após os primeiros votos, em fevereiro de 2012, Ir. Lucilene trabalhou com os migrantes no bairro do Brás, em São Paulo, e iniciou o estudo de Teologia. Três anos depois, foi enviada em missão para Gana, na África.

Irmã Lucilene enfrentou muitos desafios, desde aprender a língua e a cultura como também enfrentar a situação das comunidades da zona rural ao norte de Gana. Por causa da precariedade da saúde, educação e saneamento básico, as missionárias tinham de fazer de tudo. Muitas vezes, ela se sentiu impotente por não poder ajudar mais. “Mesmo com todas essas dificuldades, foi uma missão linda, com um povo muito acolhedor, onde me senti muito amada e experimentei a forte presença de Deus”, conta Lucilene.

Retornando ao Brasil no fim do ano passado, Ir. Lucilene passou as férias com a família e, neste ano, foi para o Chile preparar-se para o compromisso definitivo, que são os votos perpétuos. “Para mim, fazer os votos perpétuos é fruto de uma grande graça, que é minha vocação”, explica. A vocação é a força e a paixão que a impulsiona a doar a vida e seus talentos numa entrega diária e a “viver em profunda relação de comunhão com tantas pessoas no mundo inteiro”, acrescenta a missionária.

Acompanhe no vídeo a celebração dos votos perpétuos da Ir. Lucilene.

Comunidade realiza tríduo para preparar a festa

A celebração dos votos perpétuos da Ir. Lucilene foi preparada durante vários meses por sua comunidade de origem, a Paróquia São José e Santo Eduardo, no Embu das Artes.

Uns dias antes da profissão perpétua, as irmãs SSpS de diversos lugares, junto com membros da comunidade local, visitaram os doentes e as famílias e participaram da celebração do tríduo. Foi uma semana de muita animação vocacional e missionária.

A missa dos votos foi solene e animada pelos cantos e pela emoção dos familiares e amigos da missionária. Depois da missa e dos cumprimentos, todos se reuniram no salão paroquial e se confraternizaram com bolo, refrigerante e salgadinhos.