Anel de Tucum – Você sabe o que ele representa?

O anel de coco, como é conhecido, é um famoso anel usado por adolescentes e adultos e, em geral, é associado à amizade. Mas será que ele realmente significa isto?

Na verdade, este anel representa a luta com a causa indígena e causas populares. E nem de coco ele é! O anel é feito de uma palmeira cheia de espinhos chamada Tucum nativa das áreas de nascentes dos Cerrados, Sul da Bahia, Minas Gerais, Goiás, Rio Grande do sul e do Rio Uruguai e na Amazônia. Sabia disto!?

A Origem

O anel nasceu no tempo do Império do Brasil. Enquanto a realeza usava joias de ouro e metais, os escravos e índios, por não terem recursos para comprar este tipo de material, criaram o anel de tucum. Ele foi um símbolo de amizade entre si, de pactos matrimoniais, de resistência e da luta pela libertação.

Nós e o Anel de Tucum

Se você pensa que nós usamos este anel, você está acerto! Como ele representa a luta pelo povo e as causas sociais, seu significado é importante para nós.

Este costume começou nos anos 60, no início da Teologia da Libertação. Esta é uma corrente teológica cristã que surgiu na América Latina, depois do Concílio Vaticano II e parte da premissa de que o Evangelho exige a opção preferencial pelos pobres. Muitos movimentos sociais se inspiraram nesta teologia. Desde então, religiosos e leigos que defendem o protagonismo e a inclusão dos mais vulneráveis da sociedade, passaram a usar o anel de Tucum como sinal de seu compromisso com a causa dos pobres.

Para você entender tudinho sobre a origem dele, assista o filme “O anel de Tucum” que foi feito exatamente para explicar a história de seu surgimento:

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *