Caminho para um novo ser humano

Vivemos hoje imersos em um mundo que nos desconecta da vida natural e tranquila que o Universo nos oferece. As pessoas se “perdem” nelas mesmas e andam cabisbaixas, envoltas em suas realidades superficiais. Abandonou-se o olhar e o contemplar das grandezas que nos vêm do alto. Nós nos acostumamos e acreditamos que somos apenas um ser humano, cheio de defeitos, inacabado, com anseio de ser feliz.

As tecnologias são um oásis em meio a tantos afazeres diários e nos conectamos a elas vinte quatro horas. A essência mais profunda do ser humano, contudo, reclama e pergunta: a vida se resume a isso, a fazer e a deixar de fazer coisas? A fazer de conta que se ama e se é amado? E a crise vem como sinal de alerta para mostrar que o ser humano se desviou do caminho pleno da vida.

Sua vida “eclipsou-se” em meio a tantas tarefas, esvaziou-se de sentido, e o gatilho disparou, disfarçado de depressão, tristeza, ansiedade, fobias e inseguranças. A “pressão” da falta de sentido fez surgir o que estava escondido nas profundezas do chamado subconsciente. Não se reconhecendo, mas se percebendo um “estranho” dentro de um corpo que deve fazer coisas.

A Parapsicologia Sistema Grisa, cientificamente comprovada e aplicada na vida das pessoas, é instrumento efetivo e dinâmico, capaz de reconectar e devolver ao ser humano seu aspecto mais peculiar e exclusivo, o de ser simplesmente humano/espiritual. Doutor Pedro Antônio Grisa, precursor da Parapsicologia Científica Independente, deixou-nos um legado extraordinário que possibilita a milhares de pessoas recuperarem-se dos transtornos mentais, emocionais e físicos, empregando a orientação parapsicológica e a hipnoterapia.

A bela missão do parapsicólogo é regatar a essência do ser humano, devolvendo-lhe a capacidade de estar conscientemente conectado com as leis cósmicas (harmonia, evolução, vibração e ser feliz).

Irmã Inês Mathias
Parapsicóloga, reikiana, barras de access.