Dia de Ação de Graças

O Dia de Ação de Graças, celebrado sempre na quarta quinta-feira de novembro, é o momento de elevar nossas preces e agradecer ao Deus da Vida os dons e graças vivenciados neste caminhar de 2020. Um caminhar novo, cheio de desafios, que nos pegou de surpresa, exigindo de nós uma recuada e o isolamento desde o mês de março.

Vidas foram ceifadas e partiram para a Casa do Pai, sozinhas, num leito de hospital, long do aconchego da família, na calada da noite escura; até a sepultura, sem qualquer despedida.

Este tempo exigiu de nós muitas renúncias, repensar da vida que estávamos vivendo, na correria, sem tempo para a família, para nós mesmos e para um encontro pessoal com Deus. Trabalhos, encontros, reuniões infinitas, viagens, passeios ocupavam todo o nosso tempo. De repente, tudo parou! Tudo parou! E só os serviços emergenciais continuaram. Tivemos de aprender, reaprender, redescobrir como nos fazer presentes onde precisaríamos estar presentes.

E tivemos de refletir: como estávamos vivendo nossa vida? Aonde queríamos chegar com o que estávamos buscando? Que espaço Deus ocupava nessa grande correria de que fomos paradas, parados. Para nós, não foi fácil parar com as atividades. Quantos ignoraram o que estava acontecendo, outros negaram, revoltaram-se ou ficaram dominados pelo medo, solidão e desesperança.

Mas nosso Deus é o Deus da esperança, que nos manteve firmes, acreditando no possível. Apesar da dor, a vida. Apesar da doença, a cura. Por isso seguimos caminhando e queremos, no Dia de Ação de Graças, dar graças a Deus por nossa vida, vivida durante todo este ano. Graças a Deus, que nos manteve de pé, com saúde, para seguir nossos projetos de cuidar também de outras vidas a nós confiadas. Viver o Dia de Ação de Graças é retomar cada vivência, cada encontro e ter um coração agradecido, pleno do amor de Deus e que, apesar de todo o sofrimento por que passou a humanidade, confia, entrega e vive a gratidão.

Mesmo no silêncio deste grande sofrimento, Deus nos toma pela mão, dando-nos coragem e forças para prosseguir a vida, confiantes na alegria de viver o essencial que aprendemos deste tempo desafiador. E como aprenderemos se tivermos aproveitado esta oportunidade!

Seguimos agradecidas, agradecidos porque nosso Deus é o Deus da compaixão. Agradecidas, agradecidos a Ele por todas as graças, dons e bênçãos que nos proporcionou durante todo este ano. O Salmo 91,2 expressa bem nossa ação de graças pela vida. Em cada manhã, a alegria de viver e cantar para nosso Deus que é bom, tudo faz para nós que, agradecidas, agradecidos, seguimos aguardando a cura da covid-19.

Ir. Maria Gislaine Pereira, SSpS, é graduada em Pedagogia pela UGF-RJ, pós-graduada em Psicopedagogia pela UCB-JF e Ciências da Religião pela UFJF. Atualmente é voluntária no Centro Educacional Madre Theresia, em São Paulo-SP.