Nem homem de aço, nem Clark Kent: conheça o super-homem do século XXI

Criado pelos americanos Jerry Siegel e Joe Shuster em 1930, Super-Homem é o clássico herói que nunca sai de moda. Disfarçado como o reservado e contido jornalista Clark Kent, o herói não esconde seus superpoderes diante de uma ameaça: o homem de aço voa, lança laser pelos olhos, tem super força e salva o mundo. Este é o ideal masculino que acompanha os homens desde meninos: robusto, destemido, inteligente, atraente e que resolve todos os B.Os.

OK que esse ícone mora no imaginário dos garotos e, é claro, não há nada de errado com isso. A questão é quando essa personagem não é bem compreendida e vira o estereótipo do cara machão que pode tudo, não tem medo de nada e que desconta a sua força nos mais fracos. E ainda se esconde sobre uma fachada de ‘bom moço’. Ninguém merece!

O modelo de homem do século XXI faz um belo upgrade dessa imagem. Ele continua forte e viril. Porém, desfaz a ideia de que é preciso usar a força bruta para mostrar o seu poder. Antes, usa a sua inteligência contra todo tipo de dominação. Principalmente a favor das mulheres.

Essa é a nova postura masculina defendida por líderes de todo mundo no projeto HE FOR SHE. Mantido pela ONU mulheres, o projeto convida pessoas do mundo inteiro para, juntas, criarem uma força visível e corajosa de conscientização sobre a discriminação e violência contra a mulher. No site, há informações variadas sobre o projeto e várias frentes para que qualquer pessoa possa se unir à causa.

Acesse o site http://www.heforshe.org/pt/newsroom e veja alguns exemplos inspiradores de homens que aceitaram o desafio e vem mostrando o poder da sua atitude ao mundo. Junte-se a eles e a milhares de outras pessoas, assinando o compromisso por um mundo mais justo para todas e todos nós.

Veja aqui o vídeo do ator Anselmo Vasconcellos, que também uniu a sua voz pelos direitos das mulheres.