O pão nosso de cada dia

No Evangelho deste domingo (Lc 11,1-13), Jesus nos ensina a rezar a oração do Pai-Nosso. É uma prece que rezamos desde quando éramos crianças, mas que talvez ainda não conseguimos alcançar todo o seu significado e profundidade.

Neste vídeo, Ir. Nelly Boonen aprofunda a oração do Pai-Nosso e o que significa chamar Deus de Pai, como Jesus o fazia. Trata-se de uma relação cheia ternura, respeito e carinho que nos aproxima de um Deus amoroso que dá sentido e plenitude à nossa vida. Implica, contudo, vivenciar as atitudes de confiança do ser filho, filha em relação a Deus e, ao mesmo tempo, ser irmão e irmã das outras pessoas.

Rezar o Pai-Nosso expressa nossos desejos mais profundos que vão além de nossas necessidades de cada dia, que confiamos receber do Pai. Desejamos o Reino de Deus que nos trará todo o bem. Mas há uma exigência: o perdão.

No Pai-Nosso, o perdão que recebemos é consequência do perdão que oferecemos. Há um compromisso e uma reciprocidade que nos torna responsáveis no construir relações de acordo com o projeto do Reino dos Céus. Que Deus Pai nos ajude a mergulhar em seu mistério de amor e perdão.