Oração dos tempos utópicos

Foto: @marceloprates

Ó, Senhor, não permita que eu perca a fé na humanidade.
Que meus dons estejam a serviço do bem comum.
A Casa Comum, ainda que passageira, seja sustento para a vida de todos.
Que cada amanhecer seja pleno de cuidado comigo e com os outros.
Que um novo tempo se inaugure todo dia, renovando a face da terra.
Nossas mãos sejam expressão inarredável na defesa da dignidade da vida humana.
Que sejamos capazes de nos colocar em missão, a serviço da vida.
O otimismo, a fé e a esperança não nos deixe cegos diante da dor alheia.
A vida em comunidade fortaleça a unidade na diversidade.
A beleza e a força da biodiversidade sejam nossa inspiração.
Que eu não deseje consumir mais do que o suficiente.
Que a forma de produzir não esgote os recursos naturais.
Somos UM e, assim sendo, tudo está interligado.
Ó, Senhor, que eu tenha a humildade de entender que a vida precisa ser boa para todos.
Os problemas socioambientais nos impulsionem a encontrar soluções criativas e sustentáveis.
Que o insustentável não permaneça nem seja vitorioso.
Que a fé e a ciência nunca desistam uma da outra.
Ó Deus, renove nossas forças.
Que a justiça reine!

Amém!

Maria José Brant (Deka), assistente social, analista de políticas públicas na Prefeitura de Belo Horizonte-MG, mestra em Gestão Social, mosaicista nas horas vagas.