Liderança transformacional é tema de Seminário Panam

Para as missionárias servas do Espírito Santo (SSpS), a liderança é um serviço necessário para o bom desempenho da missão e que, para ser realizado com eficácia, exige formação. Com a finalidade de melhor preparar seus membros, a Congregação está realizando, de 28 de abril a 3 de maio, em São Paulo-SP, o 1º Seminário de Formação para Equipes Provinciais e Regionais SSpS em nível Panam.

Participam do encontro os membros das 11 coordenações provinciais e regionais SSpS do continente americano, num total de 43 irmãs, incluindo duas representantes da Direção-Geral da Congregação, vindas de Roma: irmãs Margareth Leslie Hansen e Maria Cristina Ávalos. Estão presentes missionárias do Chile, Bolívia, Argentina (Missiones, Norte e Sul), Paraguai, México, Cuba, Estados Unidos, Brasil (Norte e Sul) e Itália.

A abertura do seminário foi no domingo, com a celebração da missa, e continuou com dinâmicas de grupo para que todas as participantes se conhecessem. A tarde foi dedicada ao aprofundamento da Palavra de Deus que inspirou o evento: “Dai-lhes vós mesmos de comer” (Mc 6,30-44). As irmãs Heloíse Matos, Maria de Fátima Marques e Ir. Paolo Delucca, da equipe de bibliodrama, dinamizaram o encontro com reflexões em grupo, partilha e danças.

Durante a semana, as equipes de coordenação refletirão sobre a liderança transformacional, abordando aspectos como trabalho em equipe, estratégia de planejamento e organização, mediação de conflitos e cultura vocacional, entre outros.

De acordo com a coordenação do seminário, o objetivo é favorecer um espaço de formação para as equipes provinciais e regionais, no qual será possível experimentar o trabalho em equipe com base na vivência da comunhão, à luz da espiritualidade trinitária, característica da Congregação.

Irmã Maria Percila Vieira, provincial e membro da equipe de coordenação Panam, ressalta a importância do seminário.

Irmã Maria Percila Vieira, da equipe de coordenação Panam, explica que, além do aprofundamento do tema, “o seminário está proporcionando a partilha de experiências, o intercâmbio de informações e a aproximação entre as equipes dos diversos países, o que favorecerá ações conjuntas para o futuro”.

Para a conselheira-geral, Ir. Maria Cristina, o seminário “é uma fonte de energia para continuar a construir a comunhão no interior das comunidades”, de modo especial neste ano em que vivenciamos a comunhão dentro da Congregação, em preparação ao próximo Capítulo-Geral. Ela destacou também a abertura e o compromisso das irmãs “em buscar crescer e apostar na vida, defender e construir a vida”.

Irmãs Maria Cristina Ávalos e Margareth Leslie Hansen, da Direção Geral SSpS, comentam sobre a formação das equipes de liderança.

Irmã Margareth acrescenta que, com tantas responsabilidades e decisões que precisam ser tomadas, as equipes de liderança frequentemente não têm o tempo necessário para se encontrar e escutar umas às outras. Assim, o seminário “é uma oportunidade de estar juntas como equipes de Panam, sentir o apoio mútuo, questionar-se e buscar outros caminhos de colaboração”.

Ao fazer uma síntese sobre o andamento do seminário, Ir. Maria Cristina afirma: “Sentimos realmente a dinâmica, a presença do Espírito Santo entre nós, através da alegria e do entusiasmo entre todas, portanto estamos muito contentes”.

Entre as atividades previstas, está também uma peregrinação à Basílica Nacional de Aparecida, no dia 2 de maio, quando terão oportunidade de conhecer um pouco sobre a fé do povo brasileiro. O encerramento será no dia 3. No dia seguinte, haverá ainda a assembleia de provinciais para eleger a nova equipe de coordenação Panam.

Veja alguns momentos do seminário: