Sou devoto… Sou de voto

Dia 15 de novembro, serão realizadas as eleições municipais em todo o Brasil.

Hora de nossa devoção virar voto.

Momento de elevar nossas preces para que sejam ouvidas nas urnas.

Sou devoto, acredito que podemos melhorar.

Sou de voto, penso que, para melhorar, tem-se de escolher, com muito zelo, a candidatura.

Sou devoto, acredito na vida em missão.

Sou de voto, creio que não pode haver omissão.

Sou devoto, acredito que há gente comprometida com o bem comum atuando na política.

Sou de voto, consigo enxergar esperança em algumas candidaturas.

Sou devoto, acredito na força do coletivo.

Sou de voto, desejo uma vida comunitária digna, com garantia de políticas públicas.

Sou devoto, acredito no Executivo e no Legislativo.

Sou de voto, almejo candidaturas às prefeituras e câmaras municipais que pensem uma cidade inclusiva e de oportunidades.

Sou devoto, acredito que religião e política não se misturam.

Sou de voto, penso que ser religioso é um atributo que não basta para merecer um mandato.

Sou devoto, acredito que uma cidade, para ser boa de se viver, tem de ser boa para todos.

Sou de voto, vislumbro parques, escolas, postos de saúde, espetáculos de rua, mobilidade urbana e zelo.

Sou devoto, acredito nas coisas miúdas feitas para alcançar o infinito.

Sou de voto, porque o infinito, no dia das eleições, vai estar habitando a ponta dos nossos dedos!

Seja de voto… Seja devoto!

Maria José Brant (Deka), assistente social, analista de políticas públicas na Prefeitura de Belo Horizonte-MG, mestra em Gestão Social, mosaicista nas horas vagas.